sexta-feira, 8 de abril de 2016

Augusto Tolle & Cia / Sociedade Anônima Empreza de Águas Gazosas / Companhia Antarctica Carioca


O sr. Augusto Tolle, residiu durante 27 anos em São Paulo, onde fundou a conhecida Casa Tolle daquela capital, organizada também em sociedade anônima.

Em 1909, Augusto Tolle se afastou dos negócios em São Paulo, transferiu sua residência para o Rio de Janeiro e fundou a firma Augusto Tolle & Cia.

Em 12 de maio de 1909, o jornal Correio da Manhã publica a compra da firma de águas gasosas Bilz Companhia Limitada – Foerstaer Szulc & Cia, feita em 8 de maio por Augusto Tolle & Cia, firma estabelecida á Rua Itapiru 341, no Rio de Janeiro.
  


Em 26 de outubro de 1909, é publicado no Diário Oficial da União, o Decreto 7621 de 21 de outubro que concede autorização a Joaquim Pinto de Magalhães e outros para organizarem uma sociedade anônima sob a denominação de Empreza de Aguas Gazosas à Rua da Constituição 49.

A sociedade terá duração de 20 anos, podendo esta ser prorrogada por deliberação da assembleia geral.
A companhia tem por fim a fusão, ampliação e exploração da atual Empreza de Aguas Gazosas, de Machado, Magalhães & Comp., e do estabelecimento industrial de Augusto Tolle & Comp., ambos nesta capital, Rio de Janeiro, para o fabrico e consequente comercio de aguas gazosas e aguas mineraes, xaropes, licores e seus congeneres.
O capital da companhia é de Rs 500:000$000 (quinhentos contos de reis), dividido em 5.000 ações de 100$ cada uma integralizadas e representadas pelo valor dos bens e direitos que os subscritores possuem nos referidos estabelecimentos de acordo com a respectiva lista e a distribuição constante da ata da primeira assembleia geral, com as quais entram para a constituição do capital da companhia e ficam aos mesmos incorporados.
A sua diretoria é constituída pelos senhores: Augusto Tolle, presidente; José Joaquim Alves Machado, gerente; Joaquim Pinto Magalhães, tesoureiro; e Jacques Zahner, secretário.

Em 26 de janeiro de 1910, o Jornal O Paiz publica que foi deferido na sessão do dia 10, o requerimento da Sociedade Anônima Empreza de Águas Gazosas da transferência para seu nome das marcas nº 6005, 6027 e 6123 anteriormente registradas por Machado, Magalhães & Cia e Augusto tolle & Cia.

O DOU de 24 de janeiro de 1911 publica o registro da marca Empreza de Aguas Gazosas na sessão de 11 de janeiro na Junta Comercial do Rio de Janeiro, essa marca serve para distinguir os produtos de sua fabricação (cervejas Porter e Ale, cervejas sem álcool, cervejas com pouco álcool, vinhos, vinhos espumantes. vermouth, vinho de frutas, bebidas alcoolicas, essencias alcoólicas, ginger ale, espirito, licores, agua mineral, limonadas, bebidas sem álcool, etc.).

Ainda neste ano de 1911, para que a Prefeitura possa fazer o prolongamento da Avenida Gomes Freire, foi necessária a desapropriação e demolição do prédio que a empresa ocupa á Rua da Constituição nº 49, com isso, a empresa adquire um imóvel à Rua do Riachuelo nº 92, os prédios, exigirão reformas indispensáveis e ainda será necessária a construção de um edifício apropriado para a fabrica de aguas gasosas, apesar da indenização a empresa sofre considerável prejuízo, não somente pela desmontagem e mudança dos aparelhos e maquinismos, como também pelas grandes obras e benfeitorias que realizou naquela casa, confiando no contrato de arrendamento garantido por hipoteca do prédio.

Em 1913, esta empresa fabrica toda a sorte de águas gasosas, Bilz e cerveja, achando-se presentemente em construção um edifício especial, destinado à manufatura de águas gasosas, próximo ao seu escritório, à Rua Riachuelo, 92, local onde possui a companhia uma área de 5.000 metros quadrados. A nova fábrica será instalada neste edifício e terá maquinismo do mais moderno e uma força motriz de 120 hp. Atualmente, a empresa produz diariamente 600 dúzias de Bilz, 2.000 dúzias de gasosas diversas e 500 dúzias de sifões. A produção de cerveja vai atualmente a 25.000 dúzias mensais, tencionando a empresa construir uma nova fábrica, de modo a elevar a produção a 30.000 hectolitros anualmente. A companhia emprega 120 pessoas, e tem, para os diversos serviços, 25 carroças e 130 animais.

  


O DOU de 14 de setembro de 1923 publica a renovação do registro em 6 de setembro na Junta Comercial do RJ, pela Empresa de Águas Gasosas, da cerveja Tells Bier, sob o nº 19706.

A partir de 1925 passa a ser representante da Companhia Antarctica paulista passando a comercializar os seus produtos.
Na Assembleia Geral Extraordinaria de julho de 1927 foi ratificada a proposta de aumento de capital de Rs 340:000$000 para Rs 1.500:000$000. O representante da Companhia Antarctica Paulista disse que esta pretendia subscrever todo o capital que se pretendia aumentar, mas como eram iguais os direitos dos demais acionistas fazia um apelo para que lhes cedessem as ações com que contribuirão para a realização do capital e assim procedia dados os vultosos interesses que a Companhia Antarctica já tinha na Empreza de Aguas Gazosas S.A.
Depois de ligeira discussão consentiram que o capital fosse todo subscrito pela Companhia Antarctica Paulista

Em 16 de janeiro de 1928 a Assembleia Geral Extraordinária dos respectivos acionistas aprovou resolução proposta em 1927, da alteração dos estatutos, o aumento de capital e, ainda, a alteração do nome de Empreza de Aguas Gazosas para Companhia Antarctica Carioca.

Como o aumento de capital foi totalmente integralizado pela Companhia Antarctica Paulista e pelas ações em poder de sua subsidiária, a Companhia Progresso Industrial, passaram a deter a maioria das ações, assumindo o controle acionário.

O Decreto nº 18.155, de 13 de Março de 1928 Aprova a alteração dos estatutos da Empreza de Aguas Gazosas, pela qual passou a se denominar Companhia Antarctica Carioca.

Nenhum comentário: